Paysandu Sport Club 
Logotipo Sócio Bicolor - Seja você mais um sócio Bicolor!
  • 1mil
  • 2mil
  • 3mil
  • 4mil
  • 5mil
  • 6mil
  • 7mil
  • 8mil
  • 9mil
10mil
Sócios
Bicolores!
Adimplentes
Já somos Sócios Bicolores Adimplentes
HOMENOTÍCIAS Parazão 2013 Paysandu conquista seu 45º título paraense
20 de Maio de 2013

Paysandu conquista seu 45º título paraense

Um dia de festa para o torcedor bicolor, o Paysandu venceu a equipe do Paragominas por 3 x 1 e ficou com o título do Campeonato Paraense 2013, o seu 45º título estadual. Os gols do Paysandu foram marcados por Raul, Rafael Oliveira e João Neto. O único gol do Jacaré na partida foi marcado pelo zagueiro Rubran.

 

1º TEMPO

A partida começou logo com um susto para o Paysandu, aos dois minutos, na cobrança de escanteio realizada pela esquerda, onde o zagueiro Rubrão disputou a bola no ar com o goleiro Zé Carlos e acabou ganhando a disputa, empurrando a bola para o gol bicolor. A resposta veio logo em seguida, em cobrança de escanteio realizada pelo lateral-direito Yago Pikachu, que acabou na cabeçada do zagueiro Raul, que com categoria, colocou a bola no fundo do gol, marcando o gol de empate do Paysandu na partida: 1 x 1.

Nesse instante, a partida ganhou mais movimentação, com o Paragominas buscando diminuir a larga vantagem do Paysandu e com a equipe bicolor cadenciando a partida, para ter o domínio de jogo. Aos 25 minutos veio o gol da virada bicolor. Na cobrança de escanteio, a bola foi desviada por duas vezes antes de ir para o gol. Primeiro por João Neto, desviando a bola e Rafael Oliveira colocou para o fundo do gol adversário. O gol da virada bicolor: 2 x 1 Paysandu.

Logo após o gol, o técnico Charles Guerreiro fez a sua primeira alteração na partida, na entrada de Eduardo no lugar de Lourinho, visando dar mais jogabilidade ao setor de crianção do Jacaré, mas o Paysandu jogava de forma consciente após o erro do Paragominas, em um contra-ataque fulminante, o lateral-esquerdo Rodrigo Alvim cruzou para o atacante João Neto fazer o terceiro gol bicolor na partida. Festa nas arquibancadas e dos jogadores do Paysandu no gramado. 3 x 1 Paysandu, e final de primeiro tempo.

2º TEMPO

O segundo tempo começou com um Paysandu administrador da sua partida, segurando o resultado que já lhe era favorável desde o primeiro jogo, e com o Paragominas tentando reagir diante da boa marcação bicolor no jogo. O ataque do Papão funcionava de forma eficiente, em várias tentativas de gol do atacante Rafael Oliveira, que obrigava o goleiro Mayck Douglas ficar atento aos lances, em uma delas, aos quatro minutos, o goleiro acabou fazendo uma bela defesa, evitando o quarto gol do Paysandu na partida.

Tentando fazer o seu time reagir em campo, o técnico Charles Guerreiro colocou Jayme no lugar de Adriano Miranda, mas a equipe abatida e desanimada com o resultado do jogo não conseguiu se contagiar com a alteração. A festa já tomava as arquibancadas logo aos 20 minutos, onde os mais de 31 mil torcedores do Paysandu já soltavam o grito de “É campeão”, que acabava por contagiar os jogadores, que se soltavam na partida e administravam o jogo de forma total.

No final do jogo, o técnico Lecheva colocou Iarley, que foi ovacionado pela torcida que estava presente no Mangueirão, no lugar de João Neto, que saiu bastante aplaudido pela torcida bicolor. Os cinco minutos finais de jogo foram de pouca movimentação, com a torcida bicolor gritando “Olé” a cada troca de passes dos jogadores do Paysandu. Foi só o árbitro apitar o final da partida para a festa começar, e para os jogadores e a torcida bicolor soltar o grito de campeão. Final de partida: 3 x 1 Paysandu.

Confira a galeria de fotos com as imagens da festa bicolor no Mangueirão

FICHA TÉCNICA:

PAYSANDU: Zé Carlos; Pikachu, Bispo, Raul e Rodrigo Alvim; Vanderson, Ricardo Capanema (Billy), Djalma e Eduardo Ramos; João Neto (Iarley) e Rafael Oliveira. Técnico: Lecheva.

PARAGOMINAS: Maicky Douglas; Magno, San, Rubran e Carlinhos Maraú (Robinho); Critovão, Paulo de Társio, Marquinho e Lourinho (Eduardo); Adriano Miranda (Jayme) e Aleílson. Técnico: Charles Guerreiro.

CARTÕES AMARELOS:

PAYSANDU: Rodrigo Alvin e Pikachu

PARAGOMINAS: Robinho

ÁRBITRO: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso.

AUXILIARES: Lucio Ipojucan Mattos e Luiz Diego Lopes.

Texto: Ronaldo Santos / Edição: Pam Sames
Imagem: Fernando Torres














  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Unimed Belém Banpará Bet Warrior Vegan Nation Drogarias Globo Draft Super Zero Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky