Paysandu Sport Club  Selo do centenário
Logotipo Sócio Bicolor - Seja você mais um sócio Bicolor!
  • 1mil
  • 2mil
  • 3mil
  • 4mil
  • 5mil
  • 6mil
  • 7mil
  • 8mil
  • 9mil
10mil
Sócios
Bicolores!
Adimplentes
Já somos Sócios Bicolores Adimplentes
HOMENOTÍCIAS Institucional Diretoria de Projetos Incentivados discute (...)
21 de Março de 2019

Diretoria de Projetos Incentivados discute estratégias para captar recursos

O Paysandu Sport Club deu um importante passo para avançar em outros esportes. Uma reunião realizada no auditório do Hotel Antônio Diogo Couceiro, no Estádio da Curuzu, discutiu a evolução das modalidades olímpicas no clube. Estiveram presentes a vice-presidente de Operações, Ieda Almeida, a Diretoria Jurídica e o Departamento de Contabilidade, além de representantes do arco e flecha, futebol feminino, futsal, natação, náutica e vôlei.

A vice-presidente explicou as finalidades dos esportes olímpicos. “É importante para o clube essa reunião, pois é um ponto para irmos em frente, não só para incentivarmos os esportes olímpicos, que são fundamentais, mas também para cumprirmos as obrigações. O Paysandu, enquanto clube, até para estar em dia com deveres fiscais e contábeis, precisa ter esportes olímpicos. Quanto mais desenvolvermos os esportes olímpicos, melhor para todos. A intenção é desenvolver os nossos esportes olímpicos, conseguir competir em nível estadual e nacional, além de quem sabe formar grandes atletas”, ressaltou Ieda Almeida.

A vice-presidente de Operações, Ieda Almeida, liderou o encontro

A dirigente ainda comentou sobre a rentabilidade das modalidades. “Os esportes olímpicos podem ser tão rentáveis quanto o futebol, desde que eles sejam tratados com o devido valor e incentivados com total apoio do clube. É o que estamos fazendo”, afirmou.

O diretor de Projetos Incentivados do Papão, Roberto Oliveira, enalteceu a atitude de se aproximar dos esportes olímpicos. “Essa é uma nova política do Paysandu, o presidente Ricardo Gluck Paul teve uma visão mais ampla. O clube tem um fim social, tem uma função social. O esporte olímpico ao mesmo tempo em que pode trazer recursos para as atividades do clube tem essa participação na sociedade. Hoje existe a possibilidade, através de projetos incentivados, que o clube banque os esportes olímpicos. Já temos alguns projetos encaminhados”, revelou.

A Diretoria de Projetos Incentivados já tem algumas ações em andamento em prol do clube

Já Ivanildo Gomes, gerente de Projetos Incentivados, deu mais detalhes sobre o trabalho que tem sido desenvolvido internamente. “Tivemos essa reunião para demonstrar como funcionará o escritório de projetos. O Paysandu dá um passo muito grande ao permitir que os esportes olímpicos se auto gerenciem. O primeiro passo é captar os recursos que estão disponíveis para clubes com modalidades olímpicas, o que vai beneficiar o clube como um todo”, destacou.

Representantes de esportes olímpicos também participaram da reunião

O atleta bicolor de tiro com arco, Gleidson Monteiro, lembrou que um novo ciclo olímpico está por vir. “É um grande passo em relação aos projetos olímpicos, haja vista que nós vamos ter um novo ciclo olímpico começando após Tóquio 2020. É uma fomentação muito grande. Existem vários clubes com grandes centros olímpicos através de incentivos. É um pontapé inicial de um grande projeto”, enfatizou.

Em breve, outras reuniões serão agendadas para dar prosseguimento aos projetos olímpicos do clube.

Texto: Vitor Castelo
Imagem: Vitor Castelo








  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Husqvarna Banpará Vegan Nation Drogarias Globo Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky