Paysandu Sport Club 
HOMENOTÍCIAS Parazão 2020 Obstrução de tubulação na Almirante (...)
16 de Março de 2020

Obstrução de tubulação na Almirante Barroso prejudicou sistema de drenagem da Curuzu

Os temporais que caem em Belém desde a madrugada do dia 7 de março prejudicaram o andamento da partida entre Paysandu e Castanhal, válida pela oitava rodada do Parazão 2020, disputada na manhã do último domingo (15), quando a capital registrou um volume de chuva de 68 milímetros, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia do Pará (Inmet-PA). Devido ao grande acúmulo de água, a tubulação de esgoto da avenida Almirante Barroso ficou entupida, o que comprometeu o sistema de drenagem do Estádio da Curuzu, uma vez que não havia por onde fazer o escoamento.

Segundo o Inmet-PA, de 1º a 15 de março, o volume de chuvas em Belém já é histórico. “Já choveu 722 milímetros até agora, o que representa 60% a mais da média dos últimos 30 anos, que é 450 milímetros. Tivemos chuvas que duraram 20 horas. A maioria das chuvas desse mês foi longa, com poucas interrupções, então não tinha como o gramado do estádio não estar úmido, muito molhado e a água não tem como escoar nessas condições. Devido ao acúmulo de água nesses sete dias consecutivos, a água no solo tem se acumulando. Na hora do jogo, nós tivemos 68 milímetros. No sábado, foram 53, então, somando tudo, foram cerca de 120 milímetros de chuva em apenas dois dias do final de semana. Não podemos esquecer que essas chuvas caem com muita intensidade desde o dia 7 de março. A umidade alta e as chuvas não deixaram o gramado secar”, detalhou o meteorologista José Raimundo Abre, diretor do instituto.

A maior chuva do mês foi registrada na madrugada do dia 8 para 9, com volume de 195 milímetros. A segunda maior do mês, de 124 milímetros, caiu entre 11 e 12 de março. “O fato é que as chuvas, desde o dia 7 para cá, chegaram a quase 640 milímetros, em dez dias. De modo geral, o mês está sendo atípico por tratar-se de chuvas prolongadas por mais de 12 horas consecutivas, com poucas interrupções”, completou José Raimundo Abreu.

Segundo o diretor do Inmet-PA, ainda são esperados cerca de 200 milímetros de chuva até o dia 31 de março. “Vamos ter o maior volume de chuva dos últimos 70 anos e a previsão é que seja o maior volume dos últimos 100 anos. Vamos ter uma pequena trégua de hoje até 18, mas a partir do dia 19, elas vão cair mais no período da tarde e noite”, concluiu.

Texto: Jorge Luís Totti
Imagem: Jorge Luiz














  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Unimed Belém Banpará Bet Warrior Vegan Nation Drogarias Globo Draft Super Zero Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky