Paysandu Sport Club 
HOMENOTÍCIAS Institucional Primeira etapa de obras do CT é concluída; (...)
19 de Maio de 2020

Primeira etapa de obras do CT é concluída; campo começa a ser implementado

Um sonho que já começou a se tornar realidade. Com apoio financeiro de torcedores, colaboradores e abnegados, a Diretoria Executiva do Paysandu Sport Club concluiu a primeira etapa de obras do Centro de Treinamento Raul Aguilera, com a limpeza de uma área de 70 mil metros quadrados, e imediatamente já deu início, nesta quarta-feira (20), à próxima fase do projeto, que prevê a entrega do primeiro campo de futebol ainda este ano. E tem mais: o CT também pode ganhar um parque ambiental exclusivo para a Fiel, em um espaço de 30 mil metros quadrados de preservação. Clique aqui para contribuir.

O contrato com as empresas responsáveis por fazer a supressão vegetal, que consiste na retirada das árvores, e fiscalizar o começo dos serviços foi assinado no último dia 5 de março. Um dia depois, os trabalhos começaram a ser executados no terreno, que tem aproximadamente 113 mil metros quadrados, localizado no bairro de Águas Lindas, em Belém, e não pararam até que a primeira etapa fosse finalizada. “Na semana retrasada, nós concluímos o serviço de supressão vegetal e na semana passada terminamos a parte da limpeza do local. E agora já iniciamos a remoção da camada vegetal na área onde nós programamos para construir os campos”, revelou o conselheiro e engenheiro João Bosco, presidente da Comissão de Obras do CT.

No canteiro de obras, os trabalhadores já começaram a fazer o corte do terreno, que será seguido de drenagem do solo e, por fim, a implementação do primeiro campo. "Eu tenho muita convicação de que entregaremos essa segunda etapa muito em breve, mas a programação é para mais de um campo ainda em 2020. Nós temos um problema muito sério aqui no Estado que é a chuva. E esses serviços que vamos fazer depende muito do verão, porque você vai mexer com parte de drenagem, para nós termos em um futuro bem próximo três campos de boa qualidade", explicou Bosco.

Antes: para iniciar as obras em uma área de proteção ambiental, o clube buscou todas as licenças exigidas

PARQUE AMBIENTAL

De acordo com o presidente do clube, Ricardo Gluck Paul, a Diretoria deve finalizar em breve um projeto para a criação de um parque ambiental dentro do próprio CT. "Esse projeto será submetido à aprovação da Semma e demais orgãos competentes. A ideia é criar trilhas ecológicas e uma área de convivência para a nossa torcida, com malocas, para confraternização, espaço para a família se reunir, fazer pequenos eventos, etc. Para viabilizar esse projeto, nós venderemos os nomes das malocas, que serão cerca de dez, para abnegados e mudas de plantas para os sócios comprarem e plantarem ao longo da trilha ecológica com seus respectivos nomes", detalhou o dirigente.

Depois: Hoje, após a conclusão da primeira etapa, o terreno está com 70 mil m² de área limpa

O imóvel foi adquirido em 2016. Nos dois anos posteriores, o clube buscou junto às autoridades competentes todas as autorizações necessárias para dar início aos trabalhos de forma legal e em respeito à natureza. O último documento adquirido pelo Paysandu foi a Licença de Instalação, expedida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). Antes, a instituição já havia conseguido a Licença Provisória e a autorização de  Supressão Vegetal, ambas também concedidas pelo mesmo órgão, além do Alvará de Obras, emitido pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), e outras licenças da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa).

O presidente Ricardo Gluck Paul acompanhou a conclusão da primeira etapa das obras

Antes de começar as obras, o clube teve de cumprir algumas condicionantes previstas em todas as licenças que foram concedidas pelos órgãos públicos, como , por exemplo, monitoramento do ar, monitoramento de ruído e monitoramento de partícula. Após um longo período de pesquisas e estudos minuciosos feitos pela Diretoria, o Paysandu apresentou à Semma um projeto com uma série de contrapartidas voltadas para o meio ambiente.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

A compensação ambiental será executada no entorno do terreno para beneficiar a população vizinha ao empreendimento. "Nós nos comprometemos a fazer manutenção de praças, plantação de árvores e programas de educação ambiental para a comunidade de Águas Lindas, além de outras ações. Vamos cumprir com todas as exigências dos órgãos responsáveis, como vemos fazendo desde o início. É um processo demorado e longo, mas nós estamos cumprindo com a lei e acima de tudo agindo com respeito com o meio ambiente e também com as pessoas que vivem alí perto", garantiu Ricardo Gluck Paul.

Projeto final do CT prevê a construção de quatro campos de futebol

Para atender a comunidade da área, o Paysandu vai contar com um trabalho em conjunto realizado pelas Diretorias de Obras, Projetos Especiais, Divisões de Base, Futebol, Responsabilidade Social, Comunicação e Marketing.

De acordo com Ricardo Gluck Paul, o projeto final do CT prevê a construção de quatros campos oficiais e ampla estrutura administrativa para receber todas as atividades referentes ao futebol do clube. "Na primeira fase, nos esforçaremos para entregar um campo oficial e toda a estrutura para implementar mais dois. Trabalharemos ainda para a aprovação do parque ambiental, além da área para o torcedor. Queremos a torcida sempre junto do clube", afirmou o presidente.

A expectativa é de que o Centro de Treinamento Raul Aguilera fique totalmente pronto em um prazo de três anos. O projeto prevê a construção de quatros campos de futebol, alojamento, refeitório, academia, piscina e departamento de saúde, além de um centro administrativo.

Em março, no ínicio das obras, o clube também lançou um plano Sócio Bicolor CT.

PARTICIPAÇÃO DA TORCIDA

Por meio de  um site criado para captar recursos e um plano exclusivo dentro do programa Sócio Bicolor, a Fiel tem participado efetivamente do projeto de construção do CT desde o início da primeira etapa das obras. Quase R$ 20 mil já foram arrecadados em uma vaquinha virtual lançada pela Comissão de Festas do Paysandu, grupo formado por torcedores.

Texto: Jorge Luís Totti
Imagem: Reprodução e Jorge Luiz
















  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Unimed Belém Banpará Bet Warrior Vegan Nation Drogarias Globo Draft Super Zero Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky