Paysandu Sport Club 
HOMENOTÍCIAS Institucional Ex-zagueiro João Tavares recebeu uma (...)
24 de Fevereiro de 2014

Ex-zagueiro João Tavares recebeu uma homenagem do Paysandu

Antes do início da partida entre Remo x Paysandu, na tarde do último domingo (23), um dos importantes jogadores que já vestiram a camisa do Paysandu recebeu uma homenagem do clube, comandada pelo ex jogador Beto. Trata-se do ex-zagueiro bicolor João Tavares, que jogou pelo clube alviceleste de 1964 a 1975, conquistando por cinco vezes o título paraense. A fama de zagueiro que marcava forte as jogadas lhe rendeu um apelido carinhoso de “João sem medo”.

João Tavares, ou “João sem medo”, estreou com a camisa do Paysandu em um Re x Pa, no dia 14 de Junho de 1964. A partida acabou terminando empatada sem gols, mas o talento e a genialidade que o zagueiro bicolor tinha despertou a atenção dos jornalistas da época e dos torcedores presentes no Estádio da Curuzu.

O zagueiro bicolor se emocionou com a homenagem que recebeu do clube, e disse também esperar viver mais tempo para poder vir novamente à Belém para acompanhar mais jogos do Paysandu. “Sinceramente, o que eu já recebi do Paysandu eu estou todo nervoso. E peço a Deus para que eu viva mais, para vir mais vezes a Belém sentir novamente essa homenagem que recebi desse clube que tanto me ajudou. Quero agradecer a essa torcida que nunca deixou de cantar o meu nome nas arquibancadas, e que sou um eterno grato ao Paysandu. Muito obrigado a todos”, disse o ex-jogador.

Tavares também teve o seu nome escrito na história do clube na conquista do tri campeonato paraense, nos anos de 1956, 1966 e 1967. A equipe naquela época era treinada pelo técnico uruguaio Juan Antônio Alvarez, implantando na equipe bicolor um jeito aguerrido de se jogar, que encaixou perfeitamente no estilo de jogo do grande zagueiro bicolor João Tavares. O jogador é natural de  Manaus-AM, e é lá que vive até hoje. O ex-zagueiro do Paysandu recebeu das mãos do também ex-jogador do Paysandu, Beto, uma camisa oficial do Paysandu e uma réplica da Medalha do Centenário. 

*Com informações retiradas do livro: “Gigantes do Futebol Paraense”, de Ferreira da Costa.

Texto: Ronaldo Santos / Edição: Pam Sames
Imagem: Fernando Torres














  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Unimed Belém Banpará Drogarias Globo Draft Super Zero Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky